Facebook
Youtube

» Sarah Brightman traz sua turnê nova ao Brasil

(Foto: Angie Bazzana/Divulgação) 

Misturando tons clássicos e música pop em seu repertório, a soprano britânica Sarah Brightman prefere fugir de rótulos. "A música clássica é meu trono, desde sempre. Treinei minha voz com ela", afirma, por telefone, a cantora, que vem ao Brasil com sua nova turnê. "Os produtores sempre me mostram coisas mais para o pop ou para o rock. E quem for ao show vai ver uma junção disso com o clássico".

Sarah tem cinco apresentações no Brasil. Nos dias 24 e 25 de novembro canta no Espaço das Américas, em São Paulo. Dia 27, é a vez do Centro Cultural Ulysses Guimarães, em Brasília. No dia 29 de novembro é a vez do Vivo Rio. No primeiro dia de dezembro, o Teatro Guaíra, em Curitiba, confere seu show.

"A apresentação ainda está sendo planejada, mas vão ter músicas do meu próximo disco, 'Hymn', que está para sair. São duas partes bem diferentes uma da outra, e não vou deixar de apresentar os sucessos", conta ela. Temas operísticos como 'Nessun Dorma' e hits como 'Time To Say Goodbye' (gravado em 1997 com Andrea Bocelli) têm estado presentes em seus set lists há tempos.

POP

Na adolescência, Sarah fez parte do grupo jovem Hot Gossip, que misturava dança e canto, e fazia apresentações em programas de TV da Inglaterra em especial o show do apresentador de televisão e radialista Kenny Everett. Iniciou carreira como cantora de música pop, mas em 1979 arrumou um papel na versão original do musical 'Cats'.

"Foi uma surpresa todo o sucesso que a peça fez. O texto estava sendo escrito enquanto estávamos ensaiando. Na primeira performance, o público ficou todo de pé", recorda ela, que a partir daí passou a ser conhecida pela participação em musicais. Fez sucesso na montagem de 'O Fantasma da Ópera' feita por Andrew Lloyd Webber, com quem foi casada de 1984 a 1990. "Minha carreira mudou completamente, até porque eu precisava arrumar outro trabalho e ganhar dinheiro", brinca.

PORTUGUÊS

Sarah é uma artista completa: canta, dança, representa, faz musicais. O que mais falta a ela aprender?

"Adoraria aprender a falar português!", brinca ela. "E queria fazer coisas que faço pouco, como tocar piano, voltar a compor mais. Com a vida corrida, não dá tempo", conta ela, que nas horas vagas, fica com a família e os cachorros, e cuida da saúde fazendo exercícios, como pilates.

Fonte: O Dia


Newsletter

Fique por dentro de shows, festivais e viagens!

Redes Sociais
Youtube
Selo Google
Formas de pagamento
RD Cultural © 2019 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento e Hospedagem